Tratamento

Tratamento

A única forma de tratar a APLV é fazer uma dieta TOTALMENTE ISENTA de alimentos que possuem as proteínas do leite de vaca e excluir todos os alimentos preparados com leite ou derivados, inclusive traços (leia Rótulos e produtos proibidos para explicação sobre o que são traços).

Esta dieta deve durar no mínimo de 6 a 12 meses após o diagnóstico, a depender do tipo de reação que a criança apresenta, do comprometimento nutricional e da idade. Após este período (que pode variar) é realizado um teste para ver se a criança adquiriu tolerância, em outras palavras, ficou “curada”.

Por isso é fundamental conhecer os rótulos e os produtos proibidos e isto inclui cuidados com os cosméticos, medicamentos e até os utensílios que podem estar “contaminados” com a proteína indesejada.

A restrição é TOTAL e uma quantidade “invisível” pode gerar reação.

Quando se restringe a alimentação é preciso colocar algo no lugar para manter uma nutrição completa e balanceada. No caso das mães que amamentam é preciso fazer isto com a dieta. Nas crianças que usam fórmulas é preciso substituir por fórmulas apropriadas (ver seção Fórmulas).

Passo a passo da APLV:

  1. Principal: procure um bom pediatra ou gastroenterologista pediátrico que seja capaz de acompanhar, apoiar e orientar sobre a APLV. Seu filho merece uma consulta bem feita, com tempo adequado e merece ter um pediatra disponível e atencioso. Deste acompanhamento deve surgir um vínculo que vai desde o diagnóstico até a melhora completa.
  2. Conheça a APLV através de fontes de informação seguras. Quanto mais informação correta maior a segurança.
  3. Conheça os alimentos e os rótulos dos produtos que precisam ser retirados da dieta.
  4. Conheça os cuidados especiais no modo de preparo, os cuidados com os utensílios, cosméticos e medicamentos.
  5. Elabore um cardápio positivo, com as coisas que são permitidas.
  6. Não se afaste das pessoas queridas, informe-as.

Mesmo se a reação alérgica aparente for considerada leve pelos pais é necessária dieta de modo rigoroso, pois não se pode afirmar de modo absoluto que não esteja ocorrendo alguma repercussão sobre o peso, sono e sobre o desenvolvimento. Apenas com a evolução o gastropediatra concluir sobre a o grau de tolerância da criança.

Sobre o Autor

Posts Relacionados

30 Comentários

  • Tamiris Fontoura 10 de novembro de 2014 at 01:37

    Quanto a dieta, a mãe que amamenta precisa de alguma vitamina para auxiliar devido a restrição de vários alimentos. Eu faço a dieta com meu bebê e desde que comecei tive vários efeitos colaterais ruins. Procurei um médico e não consegui ajuda nem auxilio sobre isso.

    Reply
    • alergia 23 de novembro de 2014 at 23:22

      Ótima pergunta.
      Algumas vezes é necessário suplementação vitamínica e de cálcio medicamentoso sim. Mas nem sempre!
      Uma boa nutricionista certamente vai poder lhe ajudar para averiguar estas necessidades.
      Abs, Magno

      Reply
  • keize Goulart 12 de novembro de 2014 at 12:41

    Gostaria de receber informações

    Reply
  • Adriana Macedo 17 de dezembro de 2014 at 17:41

    Quais os cosméticos que a mãe deve evitar que contém leite?

    Reply
    • alergia 4 de março de 2015 at 14:40

      Devemos olhar os rótulos com a lista em mãos. Algumas mães não necessitam retirar os cosméticos.
      Não temos à disposição uma lista segura de cosméticos. O fabricante pode mudar a rotulagem ou o processo de fabricação sem aviso.

      Reply
  • Joselaine Ferreira de Freitas 15 de janeiro de 2015 at 14:44

    Site excelente estou aprendendo muito.

    Reply
    • alergia 4 de março de 2015 at 14:34

      Muito obrigado. Se tiver qualquer sugestão de melhora, por favor nos informe. Abraço.

      Reply
  • rosangela maria alves bezerra 27 de janeiro de 2015 at 19:25

    A minha dúvida é a seguinte: O leite neocate lcp também faz meu filho ter diarréia e o neoadvance não, pq será?

    Reply
    • alergia 4 de março de 2015 at 14:42

      Em geral isso não ocorre. Verifique a diluição dos dois leites.
      Considere também que uma alteração na consistência das fezes frente a uma alimentação diferente pode ocorrer, sem que isso seja uma diarréia verdadeira.
      Muito obrigado. Se tiver qualquer sugestão de melhora, por favor nos informe. Abraço.

      Reply
  • ANGELICA 1 de fevereiro de 2015 at 11:03

    ESSA ALERGIA LEVA QUANTO TEMPO PARA PASSAR

    Reply
    • alergia 4 de março de 2015 at 14:49

      Depende muito.
      O ideal é que o tratamento fique tão natural, tão adaptado, tão leve, que essa preocupação passe a ser secundária.

      Muito obrigado. Se tiver qualquer sugestão de melhora, por favor nos informe. Abraço.

      Reply
  • Carina 4 de março de 2015 at 02:52

    Olá! Adorei conhecer esse site cheio de informações para mães e pais em busca de auxílio para lidar com alergia do filho (a). Meu filho hoje tem 1 ano e 2 meses e tem APLV. Gostaria da ajuda de vocês quanto a alimentação de crianças com APLV. Um cardápio com exemplos do q oferecer a criança para ajudá-la a manter um bom crescimento físico e quais tipos de mingau, de massa dar para eles. Tipos de leite. Obrigada se puderem me atender!

    Reply
    • alergia 4 de março de 2015 at 15:06

      Olá Carina,

      Que bom que gostou!
      Não fazemos esses cardápios pelo site infelizmente.
      Seu gastropediatra pode lhe ajudar muito nisso também.

      Muito obrigado. Se tiver qualquer sugestão de melhora, por favor nos informe. Abraço.

      Reply
  • Rita Virginia Oliveira 16 de março de 2015 at 20:18

    Minha bebê tem alergia. Difícil conviver com esse problema. Gostaria de algumas dicas de alimentação.

    Reply
    • alergia 17 de março de 2015 at 12:24

      Depende de muita coisa: idade do bebê, tipo de reação, a quais alimentos reage, estado nutricional, etc. Por isso o ideal é procurar seu gastropediatra que pode te ajudar muito!

      Reply
  • Wanessa 18 de março de 2015 at 01:15

    Meu bebê tem 3 meses e mama exclusivamente só neocate lcp ele tem que tomar água e fazer reposição com ferro? pois não mama mais no peito.

    Reply
    • alergia 19 de março de 2015 at 00:34

      Se ele tiver nascido de termo (no for prematuro) não há necessidade de ferro para suplementação.
      Água não é necessário caso tenha ingestão suficiente de neocate.

      Reply
  • Marianne 24 de maio de 2015 at 18:01

    olá! Minha filha de 3 meses mama LM e Neocate. Faço dieta rigorosa há 20 dias. Entretanto as fezes dela mudaram e ficaram liquida e cremosa. Esta consistência é normal? Outra dúvida: remédios com lactose monoidratada na composição causan alergia?

    Reply
    • alergia 14 de julho de 2015 at 01:24

      Na maioria das vezes a lactose de medicamentos é purificada e não contaminada com a proteína. Mas cada caso precisa ser avaliado individualmente.
      Possivelmente, se está ganhando peso normalmente, sem assadura, o aspecto das fezes deve estar normal. Abraço.

      Reply
  • Jaqueline 16 de julho de 2015 at 21:10

    Em minha opinião este é o melhor site informativo da APLV.

    Reply
    • alergia 29 de julho de 2015 at 15:18

      Muito Obrigado!!! Foi feito com muito carinho!

      Reply
  • Maria da Conceicao Pinho Rocha 18 de julho de 2015 at 10:08

    estou grata por ter encontrado este site

    Reply
    • alergia 29 de julho de 2015 at 15:21

      Muito obrigado!!! Foi feito com muito carinho!

      Reply
  • Juciani Teixeira 8 de dezembro de 2015 at 01:26

    Boa noite!
    Sou mãe de uma bebê de 3 meses e a 1 mês descobri que ela é APLV, estou em dieta de exclusão de leite e derivados e ainda em dias alternados aparecem raias de sangue nas fezes será que é maleato de enalapril 5mg da Teuto que faço uso?
    Att,
    Juciani Teixeira

    Reply
    • alergia 3 de janeiro de 2016 at 23:28

      Pode ser alguma escape ou algum outro alimento. Pouco provável ser do enalapril.
      Procure seu gastropediatra para melhor orientação.

      Reply
  • Carmem 6 de janeiro de 2016 at 17:06

    Minha filha foi diagnosticada com APLV, porém nunca teve os sintomas mais severos (diarréia, sangue nas fezes, perda de peso e falta de crescimento). Teve uma dermatite com 1 mês e meio, mas curou com uma pomada e após isso nunca mais apareceu. Ela sofre com muitos gases e incômodos na barriga. Este é seu único sintoma. Existe casos de APLV branda? Sem muitos sintomas? Estou perdida e sofrendo com isso há 7 meses!

    Reply
    • alergia 11 de janeiro de 2016 at 00:05

      Existe casos mais brandos.
      Mas é preciso avaliar se realmente se trata de APLV.

      Procure seu gastropediatra para melhor orientação.

      Reply
  • Renata 8 de janeiro de 2016 at 12:37

    Só o muco nas fezes com sangue oculto a mais de um mês pode ser o diagnóstico de aplv?

    Reply
    • alergia 11 de janeiro de 2016 at 00:03

      Não.

      Procure seu gastropediatra para melhor orientação.

      Reply

Comente!

Comente!

Seu e-mail não será publicado!