Cuidado no preparo dos alimentos

  1. Não existe dieta mais ou menos. Quando ela está indicada ela deve ser realizada de modo rigoroso. “Só um pouquinho” não existe.
  2. Não deixe ou prepare nenhum alimento com a proteína do leite ao mesmo tempo que está preparando uma receita isenta da proteína.
  3. Não utilize um mesmo talher para mexer ou pegar algo com leite nos preparados sem o leite.
  4. Prefira preparar os alimentos para a criança na hora de servir. Mas se for guardar na geladeira algum alimento use vasilhas com tampa. Se o alimento estiver destampado na geladeira, pode ocorrer contaminação acidental de alimentos com leite.
  5. Para crianças extremamente sensibilizadas, com reações imediatas graves, o ideal é excluir os alérgenos da casa toda por algum tempo, até que haja estabilidade da criança. Organismo sensibilizado pode reagir a tudo. Assim, não pode entrar em casa os produtos que podem causar reação.
  6. Lembre-se de evitar os cosméticos com proteínas do leite ou que usam óleos recicláveis também (leia a seção “rótulos”).
  7. Seu pediatra, gastroenterologista pediatra ou nutricionista especializada podem lhe auxiliar na elaboração de uma dieta positiva. Assim, você e/ou seu filho saberão que existem muitas possibilidades de alimentação gostosa e saudável.
  8. Comer fora não é uma opção segura.

Fonte: Adaptado de Guia do Bebê e da criança com alergia ao leite de vaca. 1ª Ed. AC/Gen, 2013, Renata Pinotti

4 thoughts on “Cuidado no preparo dos alimentos

  1. 1

    Oie! O site está maravilhoso! Parabéns!
    Tenho uma dúvida: o vapor do leite em ebulição pode prejudicar um bebê de 5 meses com aplv não mediada?

  2. 3

    Oi ,boa noite! Meu filho fez dois meses e há 15 começou a apresentar carocinhos no rosto que a pediatra classificou como brotoeja, depois de alguns dias as fazes começaram a apresentar muco e rajás bem fininhas de sangue. Como já sabia dos sintomas da Aplv, levei na pediatra que me informou que as fezes eram normais e que sua consistência variava com minha alimentação, já que meu bebê estava em alimentação mista. Não convencida fui em uma gastro que me orientou a fazer a dieta restritiva, porém a essa altura já tinha começado a realizar a dieta por conta própria há dois dias. Porém já estou no 4 dia de dieta restritiva , porém como muita banana e às vezes me pego comendo alimentos proibidos; hj por exemplo comi um açaí na tigela que tinha xarope de guaraná e Nescau ball e quando fui para o rótulo o xarope de guaraná tinha caramelo e o Nescau tinha traços de leite. Minha dúvida é: será que esses equívocos alimentares podem atrapalhar o verdadeiro diagnóstico bem como o tratamento? Me sinto muito culpada quando isso acontece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *