Carta de uma mãe australiana de criança com Alergia Alimentar

Meu filho tem alergia à soja e à proteína do leite de vaca. Isso não é o mesmo que ser intolerante à lactose. Isso também não é o mesmo que cólica. Esta é uma alergia grave que quase tirou a vida do meu filho duas vezes. Esta alergia acaba consumindo sua vida e faz com que você se sinta muitas vezes frustrada e cansada. As pessoas parecem pensar que é fácil simplesmente não dar leite ou soja para uma criança, mas a verdade é que é muito mais complicado do que se imagina? É uma constante leitura de rótulo. É comprar pelo menos em 4 lojas diferentes para obter todos os alimentos de maneira segura. É a frustração de não encontrar todos os alimentos que seu filho pode comer porque a soja e o leite se encontram em praticamente tudo. É decepcionante ir ao supermercado e voltar para casa de mãos vazias?

É ligar para o SAC das empresas de alimentos e ficar na espera por horas para descobrir com 100% de certeza se a vitamina E ou um aroma natural não é base de soja, porque soja é um dos ingredientes que não exigem rotulagem. É pesquisar sobre contaminação cruzada para verificar quais alimentos são da mesma linha do leite e da soja, porque eu não vou deixar uma gota desses alimentos entrarem no corpo do meu filho antes da hora certa.?

É constante pesquisa, planejamento e reflexão sobre que alimentos testar e em que ordem. São as informações sobre alimentos constantemente navegando na minha cabeça? É busca de receitas, é o teste de receitas. É o planeamento infinito das refeições. É manter um diário de alimentos.?Toda comida precisa ser preparada a partir do zero. É o não ter o luxo de fazer “fast food” nunca, mesmo nos dias em que você precisaria de uma pausa de cozinhar.?É tentar explicar para a irmã porque ela não pode partilhar o seu cookie com seu irmão. É o olhar no rosto do seu filho quando ele quer provar só um pedacinho do que você está comendo.?É caro! Todos os seus alimentos precisam ser orgânico, natural.

É ter que desistir dos luxos que eram a minha sanidade mental, a fim de pagar por uma fórmula hipoalergênica, porque cada uma pode custar US $ 60 e pode durar cerca de 48 horas. Se bem que as despesas são o menor dos problemas, pois a saúde do seu filho é mais importante do que o que qualquer dinheiro pode comprar!?É se perguntar constantemente se um comportamento é devido a uma alergia ou não. Ele está chatinho: ele está cansado ou é reação? Ele não está comendo: ele está satisfeito ou ele está reagindo? Ele teve 3 fraldas sujas hoje: apenas um dia fora do normal, ou ele está reagindo? Ele está dormindo muito hoje: ele está apenas cansado, ou ele está reagindo? Ele parece desconfortável: são os dentes ou é o seu estômago? É o fato de que seu coração sempre vai para a alergia, e sua cabeça tem que tentar falar com seu coração e convence-lo de que não é nada disso.?É verificar o cocô. Todo dia, durante meses, é ser expert em cocô .?É o não ter nada em comum com seus amigos, porque você come, dorme e respira alergia. É achar melhor conversar com pessoas de grupos de apoio on-line que você nunca conheceu antes do que falar com seus amigos, porque os amigos online são as pessoas que verdadeiramente conhecem e compartilham do que você está passando.?É a prevenção e preocupação com a contaminação cruzada em sua própria casa. São as pequenas decisões sobre o alimentos que se transformaram em decisões monstruosas. É o egoísmo de querer introduzir mais alimentos e mais rápido por conveniência, e depois a culpa de ter pensado nisso. É o pensamento constante sobre a comida passando pela sua cabeça que lhe tomam toda a alegria e diversão de apresentá-la a seu filho. E o pior de tudo é a ansiedade constante que te corrói sabendo que você pode fazer o seu bebê sofrer novamente através de uma reação se você não fizer tudo certo. É o medo constante que te assola cada vez que É o medo constante que te assola cada vez que você vai colocar algo novo na boca do seu filho.”

Traduzido por Fernanda Tinelli e adaptada por Daniene Eduardo Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *