Quais os sintomas e apresentações da alergia alimentar?

Podem ser os mais variados e podem ser divididos de acordo com o mecanismo imunológico envolvido, ou seja, de acordo com o mecanismo de defesa envolvido:

Alergia mediada pelo anticorpo IgE: Lesões vermelhas na pele (urticária), prurido, “inchaço” nas pálpebras e/ou nos lábios, edema ou “inchaço” na glote (obstrui a entrada de ar aos pulmões), choque anafilático (quadro grave que compromete a circulação e a oxigenação), hipersensibilidade gastrintestinal imediata (náuseas, vômitos ou diarréia que acontecem logo após a ingestão do alimento) e rinite.

Alergia NÃO mediada por IgE (mediada por células): Proctite ou proctocolite (sangue nas fezes em criança aparentemente saudável), enteropatia (diarréia, vômitos, cólicas, baixa estatura, desnutrição, anemia, distensão abdominal), enterocolite (similar à enteropatia, no entanto, com manifestações mais graves), doença celíaca e outras manifestações mais sutis (cólicas, recusa alimentar, irritabilidade ao mamar, doença do refluxo, entre outras) . Os primeiros sintomas em geral ocorrem entre 2-4 meses de idade, mas podem ocorrer antes ou mesmo depois caso a criança esteja em aleitamento materno exclusivo.

Alergia mediada pelo IgE E por células (tipo misto): Inclui algumas doenças como a dermatite atópica (lesões de pele), asma, esofagite eosinofílica (pode apresentar dor, vômitos, tosse e dificuldade de engolir) e gastroenteropatia eosinofílica (pode apresentar os mais variados sintomas gastrointestinais além de perda de peso, ascite e “inchaço” no corpo).

A presença de muco (catarro nas fezes) de modo isolado não significa alergia.
Borbulhar com água não quer dizer nada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *