Estou amamentando e meu filho mantém sintomas, quais outros alimentos devo evitar?

Uma questão recorrente entre as mães que amamentam o filho com suspeita de APLV é quais outros alimentos deveria evitar. As principais questões se referem ao glúten, trigo, ovo, carne, soja, peixe, banana e crustáceos.

No entanto, o mais provável se a criança que amamenta mantêm sintomas mesmo com a dieta de exclusão materna é que esteja ocorrendo algum escape alimentar não identificado ainda com as proteínas do leite (utensílios, traços, cosméticos, contatos indiretos). Os produtos com a proteína da soja também devem ser evitados, uma vez que grande parte das crianças em aleitamento materno com alergia à proteína do leite de vaca também possuem alergia à soja.

Os demais alimentos devem ser avaliados com muito cuidado para que não ocorram restrições desnecessárias e que prejudiquem a amamentação.

É preciso lembrar que se a dieta não está sendo eficaz existe a possibilidade que o diagnóstico seja outro.

3 thoughts on “Estou amamentando e meu filho mantém sintomas, quais outros alimentos devo evitar?

  1. 1

    Amei o site está sendo muito útil. Tenho uma bebê de 2 meses que está sendo diagnosticada com APLV , ela está na mama exclusiva estou fazendo a dieta e só a restrição do leite e da soja são suficientes ou preciso resteingir ovos e trigo também?
    Outra dúvida o óleo indicado nas receitas é o de soja ou outro que substitua?

    • 2

      Para a grande maioria dos casos a restrição de leite e soja são suficientes. Quanto ao óleo depende da sensibilidade da criança, mas em geral não contém quantidades significativas de proteína da soja. Como a troca por um óleo de canola, por exemplo, é algo simples, pode ser interessante trocar.

    • 3

      Algumas mães precisam fazer dieta para múltiplos alimentos, mais antes de realizar dieta para um novo alimento, tenha certeza que já fez tudo que podia em relação ao leite e à soja. Algumas crianças não toleram o óleo de soja e nesse caso teria que substituir por outro óleo vegetal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *