O que é e como se desenvolve a alergia às proteínas do leite de vaca

Alergia significa hipersensibilidade, ou seja, ocorre uma reação exagerada do sistema imunológico do bebê a algo que o organismo dele interpreta como estranho.

No início da nossa vida nosso intestino é imaturo em todos os aspectos (motilidade, sistema de defesa e até as bactérias que colonizam o intestino grosso ainda são escassas). Assim, como a barreira intestinal está comprometida pela imaturidade, as proteínas ingeridas atravessam esta barreira mais facilmente promovendo um contato intenso da proteína com o organismo do bebê.

Inicia-se então um processo de reconhecimento destas proteínas que o organismo pode “interpretar” como indesejáveis e desencadear um processo que pode culminar com:

  1. Uma inflamação em diferentes locais e com gravidade variável que por fim vai resultar em diferentes sintomas.
  2. Uma alteração na motilidade do esôfago, estômago e/ou intestino.
  3. Mais raramente uma anafilaxia (reação de muitos órgãos rapidamente progressiva e que afeta os vasos do corpo, provocando queda de pressão entre outras).

Cada criança reage de uma forma e com uma intensidade diferente. Cada criança tem sua própria alergia.

No caso da alergia ao leite de vaca este processo ocorre com às proteínas do leite de vaca (que são várias), sendo as principais a beta-lactoglobulina, alfa-lactoalbumina e caseína). Muitas crianças que possuem alergias às proteínas do leite de vaca possuem também alergia às proteínas da soja.

A maioria dos casos de APVL não é grave, mas exige todo cuidado para o tratamento, pois se não conduzida de forma adequada poderá ter consequências negativas a curto e longo prazo para a criança.

16 thoughts on “O que é e como se desenvolve a alergia às proteínas do leite de vaca

  1. mariana cunha souza
    1

    Ola tenho um bebê de 3 meses e foi detectado a um mês e meio com APLV gostaria de saber quais os nomes científicos que posso detectar nos alimentos no qual não poso ingerir?como diz acima alimentos com beta-lactoglobulina, alfa-lactoalbumina e caseína sei que não posso!
    fico no aguardo da ajuda de vocês, pois me sinto meio perdida ainda!
    Att Mariana

    • 2

      Olá Mariana,
      Na parte TRATAMENTO do site, na seção RÓTULOS E PRODUTOS PROIBÍDOS é possível verificar uma lista bem completa dos “nomes” que deve evitar.
      Abs, Magno

  2. 3

    Como saber se a soja tbm está prejudicando?

    • 4

      Olá Natália,
      Essa pergunta é MUITO genérica.
      Se a criança não está indo bem, está tendo sintomas recorrentes e está em uso de soja é uma possibilidade que é preciso considerar sim.
      Nas reações não-IgE, a maioria das crianças reage a soja também.
      Abs, Magno

  3. 5

    Minha bebê depois de 8 meses estão suspeitando de intolerância ao leite….isso pode acontecer tardiamente??

    • 6

      Não é comum, mas é possível sim.
      Principalmente se amamentou e há pouco tempo introduziu a fórmula direto para sua filha.

      Muito obrigado. Se tiver qualquer sugestão de melhora, por favor nos informe. Abraço.

  4. 7

    quando exame da moderado a criança tem alergia a leite?

    • 8

      Não necessariamente.

      Depende de MUITAS variáveis.

      Muito obrigado. Se tiver qualquer sugestão de melhora, por favor nos informe. Abraço.

  5. Cintia Gabriela
    9

    Olá , quando se tem alergia á proteína do leite , pode ter alergia a ovo e a carne de boi?

  6. 11

    Bom tive mal de simioto e intolerância a lactose quando criança. Sempre que tomo leite/derivados, me da muita coceira no corpo efica com mts vergoes, dor no estomago e diarreia, queria saber os sintomas na fase adulta. Obg

  7. Patrícia Machado
    13

    Boa noite!

    Parabéns pelo site. Muitas informações esclarecedoras.
    Meu filho foi diagnosticado com aplv aos 4 meses, ele é mediado por IGE. Amamentei até os 7 meses e depois ele passou a tomar o Nutramigen. Hoje ele tem 1 ano e 6 meses. Fazemos o controle da alergia por exames de sangue de IGE pra leite, Caseína, Beta e Lacto. De quando descobrimos até hoje já foram 4 exames de sangue, o primeiro deu uma alergia baixa, o segundo aumentou muiiitooooo, o terceiro diminuiu consideravelmente e agora o último aumentou muito novamente, praticamente dobrou os indices de IGE’s. Sendo que, desde que descobrimos a alergia faço o controle da dieta dele rigorosamente inclusive com controle dos traços.
    Esse aumento dos IGE’s pode estar sendo causado pelo leite Nutramigen mesmo ele não reagindo ao leite?

    • 14

      Provavelmente este aumento de IgEs não está relacionado ao Nutramigen. Os valores de IgE nem sempre refletem a realidade da alergia da criança. A história clínica é MUITO mais importante.

  8. Vanessa Teixeira Barbosa
    15

    Olá,
    Meu bebê tem dois meses e desde o primeiro mês está tendo uma frequência de vômitos, principalmente depois de ser amamentado, então falei para a pediatra e ela pediu pra eu fazer a dieta sem proteína do leitor nos alimentos..só que eu estou fazendo e mesmo assim ele têm algumas reações!
    A minha dúvida é:será por excesso do mama ou é da alergia do leite?
    Será que têm uma reação óbvia para esta alergia?!
    Por favor, me ajudem!!!

    • 16

      Não existe reação óbvia.
      É um conjunto de situações que nos faz pensar ou não em APLV.
      Procure seu gastropediatra para melhor orientação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *